CONSULTA ONLINE

O Portal Saúde coloca à sua disposição um serviço gratuito de esclarecimento do que é a saúde mental e como a pode melhorar.

  » novo registo
» recuperar password
HOME SOBRE NÓS CONTACTOS ADICIONAR REGISTO
Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017 | 35 visitantes online
 
  • Pesquisa
  • Pesquisa Avançada
Palavra, frase, empresa  
Actividade *
Localidade *
 

Boletins Clínicos

Malária

A Malária é uma doença provocada por protozoários esporozoários do género Plasmodium, que são parasitas amebóides que se reproduzem através das hemácias, por via sexuada (esporogonia), no tubo digestivo do mosquito, e por via assexuada (esquizogonia), no sangue do Homem.

O mosquito, aspirando sangue malário, obtém deste as formas sexuadas do plasmódio de cujo acasalamento nascem os zigotos e, destes, os esporozoítos que se estabelecem nas glândulas salivares do mosquito. Este, com a picadela, transmite ao Homem os esporozoítos que, depois de invadirem o sistema reticuloendotelial, penetram nos glóbulos vermelhos e aí se desenvolvem de forma amebóide, separando a hemoglobina, que se transforma em pigmento, e destruindo o glóbulo.

Neste momento, o plasmódio atinge a sua forma madura e segmenta-se num certo número de esporozoítos que invadem outros glóbulos vermelhos para recomeçar o mesmo ciclo. O momento de invasão dos novos glóbulos vermelhos pelos esporozoítos corresponde ao momento do acesso febril.

Tendo em conta a duração do ciclo esquizogónico, distinguem-se três tipos de malária: quartã, com acessos a cada quatro dias, terçã benigna e terçã maligna, com acessos febris a cada três dias.

Em todas as formas, o ataque febril segue um mesmo padrão: começa com arrepios, febre gradualmente elevada, cefaleia, pulso e respiração acelerados. Após meia-hora desse estado, a sintomatologia modifica-se, ficando o doente com calor, pele seca e quente, conjuntivas vermelhas, inquietação e sonolência.

A temperatura atinge rapidamente picos altíssimos e, depois de quatro a cinco horas, desce, com abundante sudorese. Este é o chamado estado do suor, que dura duas a cinco horas e termina com o sono e, portanto, com o restabelecimento do respectivo bem-estar.

A forma mais habitual é a malária quartã, em que o ciclo se realiza em 72 horas e, por isso, o acesso febril surge cada quatro dias e é separado do precedente por dois dias de apirexia.

Não são raros também os casos de malária quartã dupla ou tripla, nos quais houve a inoculação de duas ou três gerações de parasitas, que, portanto, realizam o seu ciclo em dois, três períodos diferentes, determinando, assim, no caso duplo, acessos de dois dias consecutivos, seguidos de um dia de apirexia, e, no caso triplo, acessos diários.

A malária terçã, também chamada de malária primaveril ou benigna, é mais difusa. Nesta forma, os acessos surgem em dias alternados, sempre à mesma hora e, menos frequentemente, antecipados ou atrasados. O ciclo realiza-se em 48 horas.

Também nesta forma temos o tipo duplo, análogo ao descrito na forma quartã, com acessos diários.

A malária terçã maligna é a forma mais grave. Os acessos são diários e, quando se aproximam do tipo terceário, duram mais. Frequentemente a curva febril dura, com oscilações, até 30/40 horas, tendo, deste modo, um carácter contínuo. Nos casos menos graves, em 24 horas permanecem livres 8-10 horas, sem retorno ao bem-estar.

Podem-se, por fim, observar algumas variedades clínicas particulares:

- malária mista, que surge devido à presença no sangue de duas variedades de parasitas;
- malária crónica, não curada ou resistente à terapêutica e que tem uma evolução crónica, alternando com períodos mais ou menos curtos de remissão. Aqui, em virtude da sua duração, o doente chega a um estado caquético, com alterações digestivas, edemas, insuficiência cardíaca, emagrecimento, complicações pulmonares, renais, nervosas, etc.
- malária perniciosa, provocada pela invasão da circulação por um grande número de parasitas do tipo falciparum. É caracterizada por acessos gravíssimos de febre muito alta, comprometimento assinalável do estado geral, complicações cerebrais e cardíacas, etc.

Voltar

Anúncios Portal Saúde

O Portal Saúde coloca à sua disposição um serviço totalmente gratuito de anúncios. Aqui poderá colocar anúncios de oferta e procura de emprego ou outros, desde que relacionados com a área da saúde. Terá apenas de efectuar o registo aqui. Caso já seja um utilizador registado, por favor introduza o seu nome de utilizador e palavra passe.